Dieta do Ovo: Passo a Passo Para Emagrecer Rápido

habito-saudavel

Veja como fazer o passo a passo da Dieta do Ovo e emagrecer em poucos dias com nossos cardápios e receitas!


Se você é daquelas que dá a desculpa de não fazer dieta porquê sai caro comprar alimentos saudáveis, prepare-se para mudar de ideia, pois estamos apresentando este tipo de dieta.

O ovo durante muito tempo foi tido como um verdadeiro vilão das dietas, e isso têm uma motivação muito clara: a quantidade de gordura e colesterol presentes na gema.
Mostraremos o contrário: o ovo pode ser seu aliado se você está tentando eliminar aqueles quilinhos a mais que tanto te incomodam quando sobe na balança da farmácia.
É utilizado, por exemplo, como um dos pratos principais na dieta do ovo cozido da USP.

Antes de falar um pouco mais sobre os princípios dessa e de outras dietas, vamos falar mais sobre o ovo.

Esse alimento é bastante rico em vários nutrientes e beneficia o corpo por vários aspectos.

Primeiro, devemos ter a ideia primordial de que é a partir do ovo que se desenvolvem as aves.

Note que o embrião das aves está localizado dentro do ovo e portanto fora do corpo da mãe.

Dessa forma, o embrião não tem como receber continuamente nutrientes e gases diretamente do corpo da mãe, como ocorre no caso da reprodução dos seres humanos (animais chamados placentários – o embrião fica dentro de uma bolsa através da qual é nutrido).

Assim, é extremamente importante que as estruturas do ovo contenham uma série de nutrientes que propiciem o desenvolvimento do embrião da ave.

colesterol hdl doenca cardiaca

Até aqui, você já está convencido de que o ovo é um alimento bastante nutritivo.

O ovo é um alimento bastante rico em proteínas, e isso é muito bom se você está praticando uma dieta.

Por dois motivos: o primeiro deles e mais óbvio é que nosso corpo também contém uma grande quantidade de proteínas, como as formadoras dos músculos, dos ossos e do sangue.

Logo, ingerir proteínas nos dará elementos essenciais (aminoácidos) para a construção das proteínas que precisamos na nossa estrutura corporal – o que torna o consumo de ovo um ingrediente especial para um bom funcionamento corpóreo.

Em segundo lugar, quando consumimos alimentos ricos em proteínas, um hormônio é liberado em nosso corpo, conhecido como glucagon. Esse hormônio, por meios bastante difíceis de se explicar aqui, informa ao corpo para queimar a gordura estocada.

Princípios e Táticas

Para emagrecer, você deve, ou pelo menos deveria saber, que é necessário consumir menos calorias do que se gasta.

Pensamos que esse talvez seja o mantra mais repetido entre aqueles que querem perder peso através principalmente da alimentação regrada.

Então, para não estendermos muito o texto, vamos tomar isso como verdade.

Logo, tenha em mente: você deve consumir poucas calorias e aumentar a queima de calorias diárias.



Para o primeiro passo, que é consumir poucas calorias, você já é privilegiado: o ovo é um alimento relativamente pouco calórico.

Note ainda que tudo depende do modo de preparo do alimento: certamente se você fritar um ovo ele terá mais calorias do que um ovo que foi cozido.

Pesquisas de institutos renomados da América do Norte (EUA mais precisamente) mostram que pessoas que ingeriam pelo menos duas unidades de ovo no café da manhã foram capazes de perder 65% mais peso em relação àquelas pessoas que ao invés de ovos comiam pães na primeira refeição do dia.

A diferença também é notada em termos de medidas: as estimativas são que nos voluntários que comeram dois ovos na primeira refeição do dia, houve uma diminuição na medida de cintura em mais de 34% quando em relação ao grupo que não consumia o ovo.

Este tipo de dieta também privilegia no sentido da saciedade.

Como já dissemos aqui ao longo desse artigo, o ovo é um alimento extremamente nutritivo e composto principalmente por boa quantidades de proteínas (localizadas sobretudo na clara do ovo) e por boas quantidades de gorduras (localizadas sobretudo na gema do ovo).

Esses dois nutrientes, quando em comparação ao carboidrato, possuem uma digestão mais lenta.

A digestão dos carboidratos se inicia já na boca, enquanto a digestão (química, e não mecânica) das proteínas só se inicia no estômago, com ataque de ácido estomacal.

frutas torradas fome excessiva

As gorduras, por sua vez, só começam a serem digeridas quando o bolo alimentar chega até o intestino (mais precisamente a sua primeira porção – duodeno).

Isso significa que o ovo ficará por mais tempo em seu aparelho digestivo, o que fará o seu corpo entender que você não precisa comer novamente. Logo, consumir os ovos irá te deixar saciado por mais tempo, evitando que você tenha impulsos de comer algo que não precisa.

Outro fato interessante sobre essa digestão um pouco quanto demorada é que ela precisa de uma quantidade extra de energia para se tornar viável.

Logo, na digestão desse alimento, haverá também queima de gordura do seu corpo para gerar energia para o processo digestivo. Portanto, além de sentir saciado e comer menos nas próximas refeições, você ainda gastará calorias extra para ajudar na digestão desse tão completo alimento.

O ovo também é uma grande fonte da vitamina do tipo B12. Essa vitamina tem diversas funções no corpo.

No âmbito da dieta em específico, essa molécula é capaz de acelerar o seu metabolismo. Isso significa que você passará a queimar mais calorias do que você gastaria realizando as suas atividades cotidianas.





Contém também uma molécula (mais precisamente um tipo de aminoácido) conhecido como triptofano. Essa molécula, por mecanismos muito difíceis de serem explicados aqui, influencia na produção de alguns hormônios, entre eles a serotonina. Quando esse hormônio circula pelo corpo, ele é capaz de controlar os ataques compulsivos por comida e diminui a sua fome.

Um outro fato importante ainda acerca da composição do ovo: por ser extremamente pobre em carboidratos, ele não fará com que o seu corpo tenha picos de hormônio (insulina) no sangue. Vamos explicar melhor.

Quando acordamos, por exemplo, a quantidade de açúcar no sangue está baixa, pois passamos um bom tempo sem comer.

Se você comer um pão por exemplo, que é um alimento rico em carboidrato, o corpo liberará insulina para facilitar a entrada desses açúcares nas células. Quando isso acontecer, o seu sangue novamente estará com pouca glicose.

Seu corpo entende que você precisa comer e faz você ficar com fome. Ou seja, os picos de hormônio no sangue acabam aumentando a compulsão por comer.

Se o ovo é pobre em carboidratos, ele evitará a ocorrência desse mecanismo. Caso consuma carboidratos, opte por aqueles com baixo índice glicêmico, como a batata doce.

É de conhecimento notório que celebridades como, por exemplo, Adriana Bombom e Scheila Carvalho literalmente secaram seguindo esta dieta com ovo cozido e batata para emagrecer quilos preciosos. Desta maneira, inspire-se nelas e siga esta dieta!

Clique aqui agora para ver a Dieta do Limão com cardápio para emagrecer e perder barriga