Dieta Líquida: Como fazer e Passo a Passo para Emagrecer!

aumento autoestima diuretica intestino desintoxica habitos sedentarios

Saiba o que é a Dieta Líquida e veja como fazer passo passo para emagrecer com receitas de sucos, vitaminas e cardápios!


É notável que cada vez mais as pessoas estão mais preocupadas com a manutenção do seu bem estar.
É só analisar alguns números: veja por exemplo a quantidade de novos alunos matriculados em academias por todo o mundo, o número de novos pacientes que estão se relacionando com profissionais de nutrição (como médico nutrólogo e nutricionista), o número de tratamentos estéticos que estão sendo realizados, como limpezas de pele, bronzeamentos artificiais e massagens modeladoras.

Devido ao grande acesso de informação, já sabemos também que o primordial para a manutenção, pelo menos do bem estar físico, é a adoção de um cardápio saudável e composto por alimentações balanceadas e a realização de exercícios físicos de maneira correta, segura, saudável e responsável, sempre sob a orientação de um profissional da área da educação física.

Nesse artigo em específico nos preocuparemos com a primeira parte: um plano de dieta que promete emagrecer os praticantes com saúde e de forma rápida.

Esse artigo trata em específico da chamada Dieta Líquida (também chamada de Dieta Hospitalar, em virtude do grande consumo de alimentos líquidos e nutritivos) , uma variedade de dieta como tantas outras, a saber: Dieta Detox, Dieta da Sopa, Dieta da USP, Dieta Paleolítica.

Apesar dessas dietas terem bastante diferenças entre si, como por exemplo os alimentos permitidos ao consumo e a extensão do plano de dieta, todas funcionam com um princípio bastante básico: um cardápio hipocalórico.

Não se assuste com o nome: o prefixo hipo- indica o sentido de pouco, reduzido; o restante, calórico, já dá ideias: calorias.

Então, um cardápio hipocalórico é aquele que está centrado basicamente no consumo de poucas calorias.

Você deve estar se perguntando: qual seria a vantagem disso?
reeducacao alimentar feita por poucos dias milagrosa fraqueza cansaco refrigerante

A resposta é bastante conhecida e fundamentada pelos mecanismos que regem nosso organismo.

Nosso corpo utiliza a comida que comemos para produzir energia para atividades como andar, respirar, pensar, correr, nadar e todas outras que necessitem de energia.

No entanto, se estivermos comendo mais do que conseguimos gastar dessa energia, o corpo percebe que é melhor armazenar o restante, caso você venha a ficar sem acesso à comida por algum período.

O resultado desse processo é que você engorda.

Se a partir de um determinado momento você começar a ingerir poucas calorias, o corpo entende que você está com acesso limitado à energia e utiliza a gordura armazenada como complemento para geração de energia. Dessa vez, o resultado é mais animador: você emagrece.

Como o próprio nome da dieta sugere, o cardápio, além de hipocalórico e saudável, prevê uma alimentação restrita ao consumo de alimentos líquidos.

A primeira impressão que as pessoas têm da dieta líquida é que o fato de não estar “mastigando” nada o deixará com fome o tempo todo.





Isso é um tremendo mito: as refeições, mesmo que líquidas, ocupam grande espaço no estômago, provocando sensação de saciedade.

Ainda sim, as refeições líquidas podem ser sopas, sucos e shakes fitness prontos, sendo assim extremamente nutritivas.

Possuem ainda fibras insolúveis, que em contato com a água do seu organismo inflarão e provocarão também sensação de saciedade.

Em geral, as receitas levam frutas, sementes, grãos, legumes e verduras.

Note que é bastante importante ressaltar que essa dieta não deve ser mantida por longos períodos de tempo.

Apesar de as refeições serem nutritivas e darem sensação de saciedade, elas são muito hipocalóricas: a estimativa é que o praticante dessa dieta ingira no máximo 1000 kcal por dia, o que é um valor muito abaixo do que em geral o metabolismo precisa para o bom funcionamento do corpo.


Além disso, o corpo conta com um mecanismo bastante interessante conhecido como homeostase.

Se o seu corpo perceber que está perdendo muito peso e com uma velocidade muito grande, ele irá impor restrição a essa perda de peso.

Ou seja, o corpo entende que perdendo tanto peso você estará vulnerável e literalmente bloqueia (através de mecanismos bastante complexos cuja explicação foge ao escopo desse artigo) a perda de peso. Você estará em dieta, mas sem perder peso.

O Cardápio da dieta líquida

Como já citado, o cardápio é composto basicamente pela ingestão de líquidos.

Obviamente não é qualquer líquido que poderá ser consumido; por esse motivo, deixaremos um cardápio com algumas opções de refeições.

Notar que são sugestões: você é livre para incrementar ou procurar outras receitas de sua preferência.

O importante é que essas receitas tenham sido pensadas para um plano de dieta da Dieta Líquida.





Desjejum

Será a primeira refeição que você fará Quando estamos dormindo, o corpo utiliza grande quantidade de energia para mantê-lo em funcionamento (sim, dormir queima calorias!!!).

Assim, depois de acordar, enquanto você não come nada seu corpo continua queimando calorias para você conseguir realizar suas atividades.

Nessa primeira refeição, iremos tentar consumir alimentos que aceleram o metabolismo, como o gengibre.

Recomenda-se consumir por exemplo chá gengibre com gotas de limão, adoçado com adoçante.

Cafe da manhã

Essa é com certeza a refeição mais importante. É essencial que essa refeição seja bastante completa e nutritiva.

queda de cabelo ressecamento pele dores de cabeca irritabilidade muita fome
Portanto, deixaremos aqui algumas receitas do que você pode consumir no café.

1ª – Vitamina de leite de soja com mamão formosa e linhaça;

2ª – Vitamina de iogurte (opte preferencialmente pelo iogurte desnatado, pois contém menores quantidades de gordura) com manga, linhaça e hortelã;

3ª – Suco de laranja, cenoura, mamão e quinoa em flocos (com um pouco de água).

Notar que essas refeições possuem boas quantidades de fibras e proteínas, o que ajudará a promover a sensação de saciedade.

Lanche da manhã

Essa refeição é uma refeição intermediária e portanto pouco calórica.

Você pode consumir suco feito com abacaxi e adicionar folhas de hortelã.

Consuma também, se for de seu paladar, leite com café ou iogurte (desnatado).





Almoço

Nessa refeição existe uma série de possibilidades do que pode ser consumido. Nós recomendamos tipos de sopas de legumes com algum tipo de proteína, como por exemplo peito de frango cozido e desfiado.

1ª – Creme com brócolis, batata e pedaços de carne

2ª – Sopa de batata-baroa e cenoura, com pedaços de frango

3ª – Sopa com legumes e carne

Lanche da tarde

Essa refeição também é intermediária e por esse motivo, pouco calórica. Opte por porções de leite ou iogurte batidos com frutas de sua preferência.

Jantar

Opte novamente por sopas e cremes de sua preferência.

Ceia

Vale consumir leite, iogurte batido com frutas e sucos.

Clique aqui agora para ver a Dieta Japonesa com cardápio para emagrecer